Portal do Governo Brasileiro

Competências e Atribuições

Cmpetências e Atribuições

ATRIBUIÇÕES

Dirigentes
Conselho Técnico-Científico

COMPETÊNCIAS

Pesquisa
Coordenação de Pesquisas e Pós-Graduação - CPPG
Coordenação de Botânica - CBO
Coordenação de Zoologia - CZO
Coordenação de Ciências da Terra e Ecologia - CCTE
Coordenaçãod e Ciências Humanas - CCH

Comunicação
Coordenação de Comunicação e Extensão - CCE
Coordenação de Museologia - CMU
Coordenação de Documentação e Informação - CID
Serviço de Comunicação Social - SCS
Serviço do Parque Zoobotânico - SPZ
Núcleos Editoriais - NED Boletins e Livros

Administração
Coordenação de Planejamento - CPA
Coordenação de Administração - CAD

 

 

Dirigentes

Ao Diretor incumbe: I - planejar, coordenar, dirigir e supervisionar as atividades do MPEG; II - exercer a representação do MPEG; III - convocar e presidir as reuniões do Conselho Técnico- Científico - CTC; e IV - executar as demais atribuições que lhe forem conferidas em ato específico de delegação de competência. Art. 39 Aos Coordenadores incumbe coordenar e supervisionar a execução das várias atividades a seu cargo. Art. 40. Aos Chefes de Serviço orientar, acompanhar ou efetuar a realização das tarefas pertinentes à sua área de atuação.

Conselho Técnico Científico - CTC

O Conselho Técnico Científico - CTC é unidade colegiada com função de deliberação e assessoramento ao Diretor no planejamento das atividades científicas e tecnológicas do MPEG. O CTC contará com onze membros, todos nomeados pelo Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia, e terá a seguinte composição: I - o Diretor do MPEG, que o presidirá; II - três servidores, de nível superior, do quadro permanente das carreiras de Pesquisa em Ciência e Tecnologia, de Desenvolvimento Tecnológico e de Gestão, Planejamento e Infra-Estrutura em Ciência e Tecnologia; III - três membros dentre os dirigentes ou titulares de cargos equivalentes em unidades de pesquisa do Ministério da Ciência e Tecnologia, ou de outros órgãos da Administração Pública, atuantes em áreas afins às do MPEG; e IV - quatro representantes da comunidade científica e tecnológica, não pertencentes às carreiras do Ministério, de setores produtivos e de movimentos sociais, atuantes em áreas afins às do MPEG. Parágrafo único. Os membros mencionados nos incisos II, III e IV terão o mandato de dois anos, admitida uma única recondução, e serão escolhidos da seguinte forma: a) os do inciso II serão indicados a partir de lista tríplice, obtida a partir de eleição promovida pela Diretoria da Unidade, entre os servidores do quadro permanente das carreiras de Pesquisa em Ciência e Tecnologia, de Desenvolvimento Tecnológico e de Gestão, Planejamento e Infra-Estrutura em Ciência e Tecnologia; b) os do inciso III serão indicados, fundamentadamente, pelo CTC; c) os do inciso IV serão indicados a partir de lista tríplice elaborada pelo CTC, na forma do Regimento Interno. Compete ao CTC: I - apreciar e opinar a respeito da implementação da política científica e tecnológica, pós-graduação, comunicação, gestão e suas prioridades; II - pronunciar-se sobre o relatório anual de atividades, bem como avaliar os seus resultados; III - apreciar e opinar a respeito das diretrízes de qualificação de pessoal e valorização institucional; IV - opinar sobre critérios de avaliação funcional e acompanhar a avaliação de desempenho de servidores do quadro de pesquisadores, tecnologistas e dos analistas de C&T, quanto as atividades que influenciem diretamente nos resultados científicos e tecnológicos do MPEG; V - acompanhar a aplicação dos critérios de avaliação de desempenho institucional, em conformidade com os critérios definidos no Termo de Compromisso de Gestão; VI - participar efetivamente, através de um de seus membros externos ao MPEG, indicado pelo Conselho, da Comissão de Avaliação e Acompanhamento do Termo de Compromisso de Gestão; e VII - apreciar e opinar a respeito de matérias que lhe forem submetidas pelo Diretor. Art. 14. O funcionamento do CTC será disciplinado na forma de Regimento Interno, produzido e aprovado pelo próprio Conselho.

Pesquisa

Coordenação de Pesquisas e Pós-Graduação - CPPG

À Coordenação de Pesquisas e Pós-Graduação compete: assessorar o Diretor nos assuntos pertinentes ao desenvolvimento da pesquisa científica e inovação tecnológica no MPEG; dirigir, coordenar e supervisionar os assuntos de caráter científico desenvolvidos no MPEG concernentes ao aperfeiçoamento, capacitação e afastamento do País do pessoal científico e tecnológico; supervisionar as atividades de pós-graduação, bem como o processo de concessão de bolsas institucionais nas várias modalidades; proceder o acompanhamento e avaliação das atividades de pós graduação no âmbito de sua competência; subsidiar a formulação de políticas pertinentes a formação de pessoal das carreiras de ciência e tecnologia no âmbito do MPEG; supervisionar e coordenar as ações da Estação Cientifica e Laboratórios Institucionais; supervisionar os programas estruturantes do MCT em que o MPEG participe; e atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.

Coordenação de Botânica - CBO

À Coordenação de Botânica compete programar, coordenar, estimular e desenvolver estudos e pesquisas nas áreas de sistemática vegetal e mocologia, morfologia e anatomia vegetal, ecologia vegetal, manejo e conservação e botânica econômica, etnobotânica e fitoquímica.

Coordenação de Zoologia - CZO

À Coordenação de Zoologia compete programar, coordenar, estimular e desenvolver estudos e pesquisas sobre biossistemática, biogeografia e ecologia animal.

Coordenação de Ciências da Terra e Ecologia - CCTE

À Coordenação de Ciências da Terra e Ecologia compete programar, coordenar, estimular e desenvolver estudos e pesquisas nas áreas de geociências e ecologia.

Coordenação de Ciências Humanas - CCH

À Coordenação de Ciências Humanas compete programar, estimular e desenvolver estudos e pesquisas no campo das Ciências Humanas na Amazônia, particularmente nas áreas de Antropologia, Arqueologia e Lingüística.


Comunicação

Coordenação de Comunicação e Extensão - CCE

À Coordenação de Comunicação e Extensão compete: supervisionar, coordenar e acompanhar as atividades desenvolvidas pelo Serviço do Parque Zoobotânico, Serviço de Comunicação Social em articulação com a Coordenação de Museologia e de Coordenação de Informação e Documentação; assessorar o Diretor nos assuntos pertinentes à comunicação de conhecimentos e à divulgação de acervos científicos nas áreas de atuação do MPEG e sobre a Amazônia; propor e supervisionar a execução de programas, projetos e ações relativas à museologia, educação, comunicação, informação, documentação e parque zoobotânico; e presidir e convocar, mensalmente, órgão(s) colegiado(s) que venham a ser criados pelo Diretor destinados a deliberação de assuntos pertinentes a Comunicação e Extensão do MPEG.

Coordenação de Museologia - CMU

À Coordenação de Museologia compete: I - supervisionar, coordenar e acompanhar as atividades desenvolvidas pelo Serviço de Educação do MPEG; II - promover e executar pesquisas de caráter museológico e educativo nas áreas de atuação do MPEG; III - realizar ações de comunicação expográfica e educativa nas áreas de interesse do MPEG; IV - elaborar e coordenar o plano anual de exposições do MPEG; V - desenvolver projetos museográficos e expográficos para as exposições montadas pelo MPEG e para os espaços onde a instituição estiver representada; VI - manter as exposições do MPEG em condições adequadas de conservação; VII - gerenciar os espaços expositivos do MPEG; VIII - supervisionar e controlar o acesso do público aos espaços expositivos do MPEG; IX - avaliar e emitir parecer sobre propostas de intervenção nos espaços de acesso público do MPEG; X - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.

Serviço de Educação - SEC

Ao Serviço de Educação compete: I - executar programas educativos de acordo com o nível de interesse específico dos diversos segmentos da população, grau de escolaridade e faixa etária; II - manter e dinamizar a Coleção Didática Emília Snethlage e a Biblioteca de Ciências Clara Maria Galvão; III - participar na concepção e execução das ações educativas e de divulgação, de acordo as políticas do MPEG; IV - promover cursos para professores, monitores e estagiários, bem como a produção de material didático; V - organizar a infra-estrutura material e de recursos humanos necessários ao planejamento e execução dos programas educacionais e de divulgação, em conjunto; e VI - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.

Coordenação de Informação e Documentação - CID

À Coordenação de Informação e Documentação compete: I - gerenciar, preservar e disseminar informações e documentos sobre as áreas de atuação do MPEG; II - promover, executar e divulgar estudos, bem como desenvolver tecnologias nas áreas de informação e documentação; III - propor a celebração de convênios de cooperação com entidades congêneres, visando ampliar as fontes de pesquisa e informação do MPEG; IV - atender os usuários e suas demandas, estabelecendo normas, padrões e procedimentos para o cumprimento dos fluxos de tratamento e recuperação de informações e documentos; V - estabelecer, implementar e promover política de preservação da memória institucional; VI - promover, implementar e gerenciar a política de conservação preventiva do patrimônio documental do MPEG; VII - interagir em planos, programas e/ou redes regionais, nacionais e internacionais nas áreas de informação e documentação, de interesse do MPEG; VIII - convocar, quando necessário, o Conselho Consultivo da Coordenação de Informação e Documentação para a deliberação de assuntos de competência do referido Conselho; IX - consultar, quando necessário, a Comissão de Avaliação de Documentos para implementação de políticas de avaliação de documentos arquivísticos, em consonância com a legislação vigente; X - interagir com as demais coordenações do MPEG nos assuntos pertinentes à documentação e informação científica; XI - coordenar as diferentes atividades desenvolvidas pelo Arquivo Guilherme de La Penha, para seu funcionamento sistêmico; XII - implementar a gestão documental do MPEG, bem como executar e controlar o registro, a tramitação e a expedição de documentos e processos administrativos da instituição; XIII - transferir, recolher e organizar o acervo documental produzido, recebido e acumulado pelo MPEG em suas fases corrente, intermediária e permanente, qualquer que seja o suporte físico; XIV - elaborar e implementar o Plano de Classificação de Documentos de Arquivo, a Tabela de Temporalidade e demais instrumentos técnicos, em consonância com o disposto na legislação pertinente; XV - possibilitar o acesso dos usuários às informações e documentos disponíveis em seus diversos suportes; XVI - elaborar instrumentos de pesquisa (guias, catálogos, inventários, edições de fontes, bases de dados e outros) a fim de disseminar informações e documentos dos acervos arquivísticos; XVII - elaborar e propor planos de conservação, organização, descrição e comunicação do acervo arquivístico, recorrendo às novas tecnologias, nomeadamente no processamento de dados e na transferência de suportes; XVIII - proporcionar a custódia temporária ou permanente de acervos privados de interesse o acesso, a conservação e a divulgação dos mesmos; XIX - promover o resgate e a preservação do patrimônio documental privado de valor permanente da região; XX - divulgar os trabalhos desenvolvidos pelo arquivo em eventos e publicações específicas da área; XI - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.

Serviço de Biblioteca

Ao Serviço de Biblioteca compete: I - coordenar as diferentes atividades desenvolvidas pela Biblioteca Domingos Soares Ferreira Penna, para seu funcionamento sistêmico; II - possibilitar o acesso dos usuários às informações e documentos disponíveis em seus diversos suportes; III - implementar e controlar a circulação de documentos do acervo da biblioteca; IV - promover a disseminação da informação científica e tecnológica nas áreas de atuação do MPEG e Amazônia. V - controlar e manter atualizadas as assinaturas de periódicos no país e no exterior; VI - elaborar o inventário da biblioteca dentro da periodicidade estabelecida; VII - desenvolver sistemas de classificação, tesaurus e outros instrumentos próprios para o tratamento da informação de acordo com as especificidades da biblioteca; VIII - oferecer produtos e serviços de informação que atendam o perfil dos usuários e suas demandas; IX - divulgar os trabalhos desenvolvidos pela biblioteca em eventos e publicações específicas da área; X - assegurar a implantação, manutenção e disseminação das bases de dados bibliográficas de interesse institucional; XI - executar programa de intercâmbio com outras bibliotecas, centros de informação e instituições de ensino e pesquisa, no Brasil e exterior, que atuem nas áreas de interesse do MPEG; e XII - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.

Serviço de Comunicação Social - SCS

Ao Serviço de Comunicação Social compete: I - desenvolver atividades de assessoria de imprensa, relacionados à redação de textos (notas, releases, matérias especiais, sugestões de pauta) e ao atendimento de profissionais de imprensa e de publicidade; II - organizar o serviço de clipping de notícias de interesse do MPEG; III - monitorar a inserção do MPEG na mídia; IV - organizar e manter a Base de Dados de Informações Jornalística sobre a Amazônia - BDIJAm; V - organizar e desenvolver ações de comunicação interna, relacionadas à informação produção de informativos; VI - organizar e desenvolver, em articulação com as demais coordenações do MPEG, veículos de comunicação institucional do MPEG, incluindo produtos impressos, audiovisuais e multimídia; VII - desenvolver as atividades de Webmaster do Portal do MPEG e da Intranet; VIII - desenvolver projetos e pesquisas sobre a comunicação pública da ciência e o desempenho do setor junto à comunidade interna e externa do MPEG; IX - orientar a produção de material promocional, elaborar e implementar projeto de marketing institucional; e X - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.

Serviço do Parque Zoobotânico - SPZ

Ao Serviço do Parque Zoobotânico compete: I - gerenciar, conservar e comunicar conhecimentos sobre os acervos vivos existentes no Parque Zoobotânico; II - elaborar e executar o Plano de Manejo do Parque Zoobotânico; III- realizar pesquisas referentes ao acervo vivo do Parque Zoobotânico IV - dar suporte e atuar em conjunto com as demais subunidades da Coordenação de Comunicação e Extensão em programas e projetos de divulgação de conhecimentos e acervos; V - colaborar com as atividades de manutenção, limpeza e segurança do Parque Zoobotânico; e VI - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.


Administratção

Coordenação de Planejamento e Acompanhamento - CPA

À Coordenação de Planejamento e Acompanhamento compete: I - supervisionar, coordenar e acompanhar as atividades desenvolvidas pelo Serviço de Processamento de Dados do MPEG; II - planejar, coordenar e acompanhar as atividades desenvolvidas no Museu relativas a seus programas e projetos de pesquisa; III - coordenar a elaboração, implantação e o acompanhamento do Plano Diretor do MPEG, realizada sob a responsabilidade do Grupo Gestor Estratégico (GGE); IV - proceder os acompanhamentos e avaliações periódicas de execução dos planos e projetos em andamento no MPEG; V - elaborar e acompanhar a proposta orçamentária, as solicitações de créditos suplementares e de outros recursos destinados ao desenvolvimento de programas e projetos do MPEG; VI - propor a metodologia e implementar o processo de avaliação institucional; VII - coordenar programações de trabalho multisetoriais que objetivem a captação de recursos para a implantação de programas, projetos e atividades no MPEG; VIII - coordenar a articulação institucional e inter-institucional, objetivando a negociação de projetos científicos, tecnológicos e inovativos e a captação de recursos externos; IX - promover o intercâmbio com instituições nacionais e internacionais, objetivando aportes financeiros para a execução de programas e projetos; X - Supervisionar, coordenar e acompanhar ações relacionadas a transferência tecnológica; XI - manter atualizado o Sistema de Informações Gerenciais (SIG); e XII - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.

Serviço de Processamento de Dados - SPD

Ao Serviço de Processamento de Dados compete: I - executar as atividades relacionadas a organização e métodos, análise, desenvolvimento, gerenciamento e suporte da rede lógica do MPEG; II - viabilizar, instalar equipamentos de informática em geral e dar suporte aos usuários de sistemas e aplicativos das demais subunidades; III- estimar e solicitar os recursos de “hardware” e “software”, necessários ao atendimento das demandas de todas as sub-unidades do MPEG; IV - implementar políticas de uso da rede lógica do MPEG, de acordo com as normas estabelecidas; e V - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.

Coordenação de Administração - CAD

À Coordenação de Administração compete: I - planejar, coordenar e supervisionar a execução das atividades relativas às áreas de recursos humanos, contabilidade, orçamento, finanças, material, patrimônio, protocolo, almoxarifado, compras, suprimentos, importação, zeladoria, vigilância, transporte, manutenção, terceirização, serviços gerais e os demais aspectos administrativos, inclusive contratos e convênios; II - propiciar e coordenar o suporte administrativo necessário ao desenvolvimento e concretização das atividades finalísticas do MPEG; III - formular e propor diretrizes e planos referentes à administração dos recursos, supervisionando a execução dos planos aprovados; IV - administrar o plano de contas e o plano operacional nos aspectos orçamentário, contábil e financeiro, bem como as suas atividades, de acordo com normas internas e legislação pertinente; V - fornecer infra-estrutura administrativa às unidades organizacionais, promovendo a manutenção preventiva e corretiva das instalações; VI - coordenar a execução de compras de bens e serviços no País e no exterior; VII - prestar assessoramento e apoio administrativo à comissão permanente de licitação, em todas as fases do processo licitatório, de acordo com a legislação pertinente; VIII- elaborar e conferir relatórios, quadros demonstrativos orçamentários, financeiros e contábeis entre outros documentos específicos, por determinação superior de sua área de atuação, ou para atendimento à solicitações de órgãos supervisores e de controle interno e externos; IX - elaborar, em conjunto com as demais unidades organizacionais envolvidas, os procedimentos descritivos dos processos sob sua gestão ou por cujo desenvolvimento for responsável; e X - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.

Serviço de Orçamento e Finanças - SOF

Ao Serviço de Orçamento e Finanças compete: I - preparar, orientar e acompanhar a elaboração da proposta orçamentária anual; II - analisar as necessidades de reformulação orçamentária; III - promover a avaliação da execução orçamentária e financeira; IV - orientar ou efetuar a elaboração de relatórios gerenciais; V - processar a execução orçamentária, financeira e contábil, em conformidade com as normas do Sistema Integrado de Administração Financeira - SIAFI e dos órgãos de controle; VI - analisar, para efeito de liquidação da despesa, toda a documentação a ser encaminhada para pagamento, especialmente no que diz respeito a sua exatidão e legalidade; VII - manter atualizada a legislação e normas internas, no tocante à administração orçamentária, financeira e contábil, observando o seu cumprimento; VIII - efetuar o registro dos atos e fatos administrativos através da emissão dos documentos contábeis correspondentes; IX- efetuar e analisar as conciliações bancárias, propondo medidas para eliminação das pendências existentes; X - receber, conferir, organizar e arquivar os movimentos financeiros, com a documentação básica anexada, exercendo a guarda e conservação dos mesmos; XI - elaborar as prestações de contas dos recursos disponibilizados ao MPEG, bem como conferir relatórios, quadros demonstrativos orçamentários, financeiros e contábeis, entre outros documentos específicos, por determinação superior de sua área de atuação, ou para atendimento à solicitações de órgãos supervisores e de controle interno e externos; XII - elaborar, em conjunto com as demais unidades organizacionais envolvidas, os procedimentos descritivos dos processos sob sua gestão ou por cujo desenvolvimento for responsável; XIII - conceder suprimento de fundos e controlar as respectivas prestações de contas; XIV - dar suporte a elaboração da tomadas de contas; XV - comprovar a idoneidade de firmas, para fins de pagamento; e XVI - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.

Serviço de Recursos Humanos - SRH

Ao Serviço de Recursos Humanos compete: I - identificar necessidades de treinamento, planejar e organizar a realização de cursos, encontros, palestras, seminários e similares, visando à capacitação e ao desenvolvimento de recursos humanos; II - aplicar, acompanhar e controlar os processos de Avaliação de Estágio Probatório e de Avaliação de Desempenho Funcional; III - organizar e manter atualizados os assentamentos funcionais dos servidores ativos, inativos e recursos humanos agregados; IV - preparar atos relacionados a ingresso, exercício e afastamento, temporário ou definitivo, vacância de cargos e funções, e expedir certidões, atestados, mapas de tempo de serviço, declarações e qualificação funcional de servidores, entre outros documentos comprobatórios ou legais, bem como dar publicidade aos atos praticados; V - orientar e supervisionar a execução do controle de férias, freqüência e licença e acompanhamento dos atos relacionados a provimento e falecimento dos servidores; VI - proceder à execução dos atos de lotação e movimentação interna dos servidores; VII - analisar processos de revisão de proventos e pensões; VIII - controlar as atividades relativas à licenças médicas e resultados de perícias de junta médica, para fins de perícia; IX - elaborar a folha de pagamento de servidores ativos, inativos e pensionistas; X - preparar processos relativos a pagamento de exercícios anteriores, restos a pagar, indenizações e auxílios devidos aos servidores; XI - coordenar as atividades voltadas à assistência social, médica, hospitalar e odontológica prestadas aos servidores, inclusive aos aposentados e dependentes; XII - aplicar, como unidade complementar da Coordenação- Geral de Recursos Humanos do Ministério, as orientações emanadas daquela unidade; XIII - processar e instruir as solicitações de apoio de recursos humanos necessárias a realização de projetos, contratos e convênios e outros acordos firmados pelo MPEG; XIV - elaborar e conferir relatórios, quadros demonstrativos orçamentários, financeiros e contábeis entre outros documentos específicos, por determinação superior de sua área de atuação, ou para atendimento à solicitações de órgãos supervisores e de controle interno e externos; XV - elaborar, em conjunto com as demais unidades organizacionais envolvidas, os procedimentos descritivos dos processos sob sua gestão, ou por cujo desenvolvimento for responsável; e XVI - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.

Serviço de Material e Patrimônio - SMP

Ao Serviço de Material e Patrimônio compete: I - orientar e coordenar execução e acompanhamento das ações relativas à administração de material e de patrimônio, contratos, serviços e importação; II - supervisionar a aquisição de bens e serviços, no País e no exterior; III - atender às necessidades das unidades do MPEG, no âmbito do Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais - SIASG, módulos SICAF, SIDEC, SIREP, SICON, observada a legislação em vigor no que se refere a licitações; IV - acompanhar o registro, cadastro e pesquisa de fornecedores no Sistema Integrado de Cadastramento Unificado de Fornecedores - SICAF; V - efetuar o acompanhamento de compras, e o cumprimento de prazos de entrega de bens e serviços; VI - dar suporte e acompanhar o fechamento de câmbio de importação e exportação, bem como o desembaraço aduaneiro e os demais registros pertinentes à entrada ou saída de bens do País; VII - acompanhar o suprimento, registro, distribuição, despachoe controle dos materiais de uso comum destinados ao atendimento das necessidades de consumo dos usuários internos; VIII - supervisionar e orientar a execução das atividades de recebimento/expedição de bens, administração de estoques e patrimônio, realização de inventários, apoio a comissões de bens, emissão de relatórios mensais e operação dos sistema de estoque e bens; IX - realizar o levantamento e efetuar a atualização do inventário patrimonial dos bens móveis e imóveis, no âmbito do Sistema de Patrimônio da União - SPIU; X - supervisionar a classificação do cadastro de bens móveis, a codificação e catalogação, bem como a movimentação e saída de material permanente; XI - manter atualização de dados e elaborar relatórios de carga e termos de responsabilidade, e de processos de desfazimento e baixa de bens patrimoniais; e XII - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência. Parágrafo único. O Serviço de Material e Patrimônio contará com uma Comissão de Cadastro, a qual será disciplinada na forma de Regimento Interno, produzido pela própria Comissão e aprovado pelo Diretor.

Serviços Gerais - SG

Ao Serviços Gerais I - orientar e controlar a execução dos serviços de limpeza, conservação, jardinagem, reparos e restauração de imóveis, móveis, instalações sanitária, elétricas, hidráulicas, vigilância, recepção, portaria e zeladoria, do parque zoobotânico e da sede do MPEG; II - controlar os gastos com energia elétrica e telefonia; administração de contratos entre outros vinculados a sua área de atuação; III- acompanhar e supervisionar a execução das atividades de transporte do Parque Zoobotânico, protocolo, e reprografia do MPEG; e IV - fazer atividades de Restauro e Manutenção do PatrimônioI - organizar, controlar e acompanhar as atividades de apoio administrativo operacional do campus de pesquisa em articulação com a Coordenação Administrativa;

Prefeitura do Campus de Pesquisa - PCP

À Prefeitura do Campus de Pesquisa II - prestar suporte administrativo e operacional à realização de atividades do MPEG, no Campus; III - administrar as atividades de serviços gerais reprográficos, de circulação de correspondências e de controle e expedição de malotes; IV - acompanhar e supervisionar a execução de serviços de limpeza, conservação, jardinagem, reparos e restauração de imóveis, móveis, instalações sanitárias, elétricas, hidráulicas, entre outras de mesma natureza; V- acompanhar e supervisionar a execução as atividades de transporte do Campus de Pesquisa; VI - fazer a manutenção e controlar a pauta do auditório do Centro de Treinamento e Pós-Graduação do Campus de Pesquisa; VII - dar suporte técnico - administrativo às pesquisas em desenvolvimento no campus; e VIII - atuar em outras atividades que lhe forem cometidas pertinentes à sua área de competência.

 

[Voltar]

X
Digite seu nome de usuário Museu Paraense Emílio Goeldi .
Digite a senha da sua conta de usuário.
Carregando