Portal do Governo Brasileiro
 

Current Size: 100%

Revitalização

Revitalização do Parque Zoobotânico http://www2.museu-goeldi.br/revitalizacaopzb/

O Museu Goeldi implementou um programa denominado Bioparque da Amazônia, com o objetivo de reordenar e modernizar a infra-estrutura do Parque Zoobotânico. As principais modificações preveem a integração dos recintos de exposição de animais, transformando-os em mostras vivas dos principais ecossistemas amazônicos: terra firme e ambientes aquáticos.

Nesse programa, também foram estabelecidos os pressupostos para a organização da futura coleção de animais e vegetais do Parque Zoobotânico. Essa coleção absorverá grande número dos espécimes existentes. Os principais critérios para a seleção de plantas e animais levam em consideração aspectos relacionados à conservação, pesquisa, educação e os que melhor representam os ecossistemas amazônicos.

O reordenamento do Parque foi iniciado há 20 anos, com a progressiva transferência das atividades de pesquisa para o Campus da Av. Perimetral. Atualmente, todas as quatro (4) coordenações científicas, três (3) laboratórios institucionais, as coleções científicas, a Biblioteca Domingos Soares Ferreira Penna, o Arquivo Guilherme de La Penha, o Serviço de Processamento de Dados, a Coordenação de Planejamento, o Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia e a Gerência da Estação Científica Ferreira Penna já foram transferidos. No futuro, a Coordenação de Administração também irá migrar para o Campus de Pesquisa.

No âmbito do projeto de Revitalização do Parque Zoobotânico, já foram restaurados e reformados prédios históricos, como o Pavilhão Domingos Soares Ferreira Penna (Rocinha), onde se encontram a recepção de visitantes, as exposições temporárias e itinerantes, as salas de oficinas de arte-educação e o Núcleo de Visitas Orientadas. Também foram reconstruídos o Aquário Jacques Huber e o recinto das aves aquáticas, além de iniciada a construção do Centro de Exposições Eduardo Galvão. Estão previstos um novo tanque para peixes-boi e a elaboração de um completo sistema de gestão ambiental (captação e distribuição de água, tratamento de resíduos sólidos e líquidos, redes de drenagem, combate a incêndio e irrigação).

As obras têm sido patrocinadas via Lei do Mecenato, com recursos provenientes do BNDES, da Vale e do Banco da Amazônia, e via Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Petrobras e Mineração Rio do Norte, com apoio do IPHAN e da Paratur. 

Se você quer apoiar o Museu Goeldi patrocinando as reformas, ligue para (55 91) 3249-6373 e 3182-3248.

[Voltar]

X
Enter your Museu Paraense Emílio Goeldi username.
Enter the password that accompanies your username.
Loading