Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ana Albernaz é nomeada nova diretora do Museu Goeldi

Agência de Notícias

Ana Albernaz é nomeada nova diretora do Museu Goeldi

Em portaria publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (29), o ministro Gilberto Kassab (MCTIC) nomeia a bióloga para suceder ao linguista Nilson Gabas Junior na direção da instituição.
publicado: 29/06/2018 15h38 última modificação: 29/06/2018 15h38

Agência Museu Goeldi - A bióloga Ana Luisa Kerti Mangabeira Albernaz, pesquisadora titular do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG), teve sua nomeação como diretora da instituição publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (29), conforme Portaria No. 3.374. Ela assume o cargo exercido desde 2010 pelo linguista Nilson Gabas Junior por duas gestões consecutivas. A portaria de nomeação é assinada pelo ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab. Ainda não há data definida para a cerimônia de posse.

Em mensagem dedicada ao corpo técnico-científico da instituição, Nilson Gabas presta seu reconhecimento: “Quero aqui antecipadamente agradecer a todas e todos os servidores os quais nomeei em cargos de comissão, pelo exercício e cumprimento de suas funções. Agradeço igualmente a todos os servidores, colaboradores e terceirizados do Museu Goeldi”. Ele informa que deixará para o momento da cerimônia de posse da nova diretora o balanço do que representou sua gestão no Museu Goeldi, mas adianta que foi “um prazer e uma honra servi-la”.

Ana Albernaz foi nomeada pelo ministro Kassab após minucioso processo de escolha conduzido por comitê de alto nível de cientistas brasileiros. O Comitê avaliou seis candidaturas durante o processo, que ao final resultou na lista tríplice encabeçada por Ana Albernaz.

Albernaz é Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1985), tem Especialização em Primatologia pela UnB (1987), Mestrado em Biologia (Ecologia) pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (1993) e Doutorado em Biologia (Ecologia) pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (2001), com período sanduíche (1999) na University of Canberra, Austrália. Realizou Pós-Doutorado (2013) na University of East Anglia, UK. Desde 2002 é Pesquisadora do Museu Paraense Emilio Goeldi, onde atua também como professora e orientadora no Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Evolução, mantido pela Instituição. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: várzea, Amazônia, biodiversidade, conservação e biogeografia.