Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Olhares sobre as antigas embarcações da Amazônia
conteúdo

Agência de Notícias

Olhares sobre as antigas embarcações da Amazônia

Resultado de intensa pesquisa sobre narrativas de viajantes que exploraram a Amazônia entre os séculos XIX e XX, Olímpia Resque (Museu Goeldi) mostra, no terceiro caderno de anotações de sua autoria, transcrições e ilustrações preciosas dos meios de transporte nos cursos d’ água amazônicos.
publicado: 02/06/2017 10h30, última modificação: 05/02/2018 17h18
Exibir carrossel de imagens Acervo Museu Goeldi Os Viajantes e suas Embarcações

Os Viajantes e suas Embarcações

Agência Museu Goeldi“Chegando à cidade, fomos direto ao mercado; está situado perto da margem do rio e foi com vivo prazer que vimos abordarem as canoas dos índios. A “montaria” (é o nome que eles dão às suas embarcações) é larga e estreita, e tem uma de suas extremidades uma coberta de folhas secas, debaixo da qual mora a família; e aí que o índio está verdadeiramente em sua casa...”, descrevem Luís e Elisabeth Agassiz, casal de naturalistas americanos na obra Viagem ao Brasil (1865-1866).

Os Viajantes e suas EmbarcaçõesA partir de pesquisas sobre narrativas de viajantes e naturalistas feitas no acervo de obras raras do Museu Paraense Emílio Goeldi, Olímpia Reis Resque, bibliotecária e pesquisadora da instituição, conduz o leitor para uma viagem no universo amazônico no Caderno de Anotações – Os Viajantes e suas Embarcações, lançado na última quarta-feira, dia 31 de maio, na XXI Feira Pan Amazônica do Livro, em Belém (PA).

Inspirado nas antigas cadernetas de viagens, a obra reúne ilustrações e gravuras mostrando a diversidade das embarcações utilizadas nas várias expedições pela Amazônia, e conta com dezenas de trechos de relatos dos expedicionários encantados com a exuberância fluvial e com os elementos da cultura amazônica. 

De acordo com Olímpia Resque, a elaboração do Caderno partiu da vontade de mostrar a Amazônia e divulgar o acervo bibliográfico do Museu Goeldi. “A ideia para a organização deste volume surgiu da pesquisa feita no acervo bibliográfico do Museu, a partir das cadernetas de viagens e dos relatos de viajantes e exploradores dos séculos passados. Os trechos selecionados mostram o olhar estrangeiro sobre a fauna, a flora, o costume amazônico das viagens pelos rios e a admiração sobre a variedade e feitio das embarcações”, explica a organizadora.

Os Viajantes e suas Embarcações é o terceiro da série de caderno de anotações organizado pela pesquisadora. Olimpia Resque já elaborou os volumes “Os Viajantes” e “Frutos e Sementes”, que também envolvem relatos de viajantes brasileiros e estrangeiros que passaram pela região em séculos passados.

Serviço:

Lançamento do Caderno de anotações Os viajantes e suas embarcações, Olímpia Reis Resque.

Local: Estande nº 34, no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia (Av. Dr. Freitas, s/n - Marco, Belém – PA).

Preço: R$ 40,00

Texto: Marco Aurélio Gomes