Você está aqui: Página Inicial > Parque Zoobotânico inspira coleção de acessórios de moda

Agência de Notícias

Parque Zoobotânico inspira coleção de acessórios de moda

“Pelos Caminhos do Goeldi” é a nova coleção da Kdesign Acessórios, que integra a rede de criadores do Café do Museu. São 30 peças, entre colares, brincos e pulseiras, produzidas com elementos naturais coletados no Parque Zoobotânico. O lançamento é neste sábado (13), no Café do Museu Goeldi.
publicado: 09/04/2019 14h47 última modificação: 10/04/2019 14h35

Agência Museu Goeldi – Vêm dos passeios pelo Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi a inspiração e o material para a nova coleção da Kdesign Acessórios, que integra a rede de criadores do Café do Museu Goeldi. Flores, folhas, galhos e sementes encontrados pelo chão foram utilizados na produção de colares, brincos e pulseiras da coleção “Pelos Caminhos do Goeldi”, trabalho autoral da designer Kelly Badarane. O lançamento será neste sábado (13), a partir das 10h, no Café do Museu.

Pelos Caminhos do Goeldi 2.pngPara valorizar a beleza e, até mesmo, o cheiro de algumas plantas e flores da Amazônia encontradas no Parque Zoobotânico, Badarane buscou preservar o aspecto natural das cores e formas do material orgânico, utilizando uma resina especial à base d’água. Os trançados com fibras amazônicas, uma das marcas da Kdesign Acessórios, também estão presentes na nova coleção que apresenta ao público 30 peças inéditas.

“A inspiração para esse novo trabalho vem da diversidade e da beleza das espécies botânicas encontradas no Parque Zoobotânico e também da importância do Museu Emílio Goeldi como um espaço de referência de memória, afeto e conhecimento para mim e tantas pessoas. Com a coleção ‘Pelos Caminhos do Goeldi’, busquei preservar em acessórios de uso pessoal a beleza, a atmosfera e, quem sabe, a energia do caminhar entre as árvores e vegetação do Parque Zoobotânico”, explica a designer.

A programação de lançamento começará às 10h deste sábado (13). Além de apresentação musical, os produtos da nova coleção serão expostos e comercializados em uma tenda em frente ao prédio da Diretoria do Museu Goeldi e, em seguida, também estarão disponíveis no Café do Museu. Uma trilha com folhas e cartazes servirá de guia para os visitantes do Parque Zoobotânico conhecerem a coleção “Pelos Caminhos do Goeldi”.

"Essa nova coleção é resultado de um olhar muito sensível para o Parque Zoobotânico, o que reforça o propósito do Café do Museu Goeldi como um espaço de valorização do conhecimento e da cultura da Amazônia. O público, que em sua maioria conhece muito bem esses caminhos inspiradores, vai poder levar pra casa um pedacinho do nosso Zoobotânico", destaca Maria Emília Sales, coordenadora de Comunicação e Extensão do MPEG.

Fotolegenda 3.png

Café do Museu – O espaço é um misto de livraria, loja e cafeteria no prédio histórico onde funcionava o laboratório fotográfico da instituição nas primeiras décadas do século XX, sob o comando de Ernst Lohse. O projeto do Café do Museu Goeldi busca compartilhar o conhecimento científico; promover a interação de saberes; valorizar culturas, recursos e ambientes amazônicos; qualificar a produção regional; estimular a economia criativa com a apropriação dos resultados de estudos científicos do Museu Goeldi pelos criadores e consumidores.

A viabilização do projeto do Café do Museu Goeldi é resultado de parceria com o ProGoeldi, coordenado pelo Instituto Peabiru. O gerenciamento da loja e livraria está com a Samaúma Artesanato e a cafeteria com a Me Gusta Creamery. Parte de todo produto adquirido no Café do Museu é revertido para um fundo de apoio para manutenção do Zoobotânico do Museu Goeldi, o mais antigo parque instalado na Amazônia destinado a educação e divulgação da ciência.

Atualmente, a rede de criadores do Café do Museu Goeldi é formada por 40 produtores, entre povos indígenas, populações tradicionais, artesãos e designers. A Kdesign Acessórios é uma das integrantes da rede.

Parque Zoobotânico – Fundado em 1895, o Parque Zoobotânico do Museu Goeldi é uma área plantada, resultado de um caso bem sucedido de restauração florestal no centro da capital paraense. Abriga cerca de 500 espécies de plantas, entre ervas, cipós, arbustos e árvores de grande porte, representadas por aproximadamente dois mil indivíduos arbóreos e arbustivos. Atualmente, o paisagismo do espaço procura apresentar as feições das áreas de florestas de terra firme e inundadas.

 

Serviço | Lançamento da Coleção “Pelos Caminhos do Goeldi”

Data: 13 de abril de 2019 (sábado).

Horário: A partir das 10h.

Local: Café do Museu Goeldi, no Parque Zoobotânico do Museu Emílio Goeldi (Av. Magalhães Barata, 376 - São Brás, Belém – PA).