Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Coleções > Fósseis, Minerais e Rochas

Fósseis, Minerais e Rochas

publicado 21/02/2018 11h22, última modificação 06/12/2018 15h01
Fósseis

A coleção de fósseis foi fundada em 1896 e ficou aos cuidados do naturalista Karl
Friedrick Katzer, contratado por Emílio Goeldi. Katzer iniciou suas pesquisas nas áreas
do Baixo e Médio Amazonas e publicou vários artigos científicos sobre a Biota do
Devoniano e Carbonífero do estado do Pará. Outros importantes colaboradores da
coleção foram os naturalistas Walter Curvelo, Cândido Simões Ferreira e Osvaldo
Rodrigues da Cunha, que deram grandes contribuições com os estudos dos fósseis da
Formação Pirabas.
Atualmente, o acervo Paleontológico do Museu Goeldi consta de aproximadamente
6.400 exemplares, entre os quais encontram-se os tipos e figurados. Os fósseis, em
geral, são provenientes das principais unidades geológicas da região Amazônica, que
incluem fósseis do Paleozóico da Bacia do Amazonas (Formações Maecuru, Ererê e
Itaituba), do Mesozóico da Bacia de São Luís (Formações Alcântara e Codó), e do
Cenozóico da Bacia do Solimões (Formação Solimões) e da Formação Pirabas; e
ainda fósseis quaternários (Pleistoceno). Está organizada em quatro subcoleções:
Paleoinvertebrados, Paleovertebrados, Paleobotânica e Microfósseis.
 
Minerais e Rochas

As aquisições mais antigas do acervo de Minerais e Rochas datam de 1896, coletadas
por Katzer; atualmente consta de 1029 exemplares de rochas e minerais de
procedência diversa.

 


Acervo


Curador: Dra. Maria Inês Feijó Ramos (e-mail: mramos@museu-goeldi.br)
Técnico: Dra. Ana Paula Linhares Pereira (e-mail: alinhares@museu-goeldi.br)
Fone: 3075-6151