Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Coleções > Palinologia

Palinologia

publicado 06/12/2018 15h06, última modificação 12/12/2018 16h29

A coleção de grãos de pólen atual e pólen em sedimento integra o espaço físico do Laboratório de Palinologia e Paleoecologia das Amazônia (LAPPAM), servindo de referência ao diagnóstico taxonômico de tipos polínicos em sedimentos, obtidos em diferentes ecossistemas integrantes da zona costeira e estuarina da Amazônia. Atualmente, a coleção conta com aproximadamente 500 tipos polínicos pertencentes a espécies, gêneros e famílias botânicas, cuja coleta ocorreu no Herbário MG. Outros elementos polínicos advém de projetos de pesquisa executados em cooperação com a Área de Arqueologia do Museu Goeldi, basicamente palmeiras e outras espécies domesticadas ou semi-domesticadas da Amazônia.

A utilização de proxies biológicos (pólen, diatomáceas, clorófitas, espongiários, microinvertebrados etc.) para avaliar os impactos antrópicos e impactos paleoambientais, paleoclimáticos e paleoecológicos da zona costeira amazônica ao longo dos últimos 10 mil anos, período geológico conhecido como Holoceno, têm sido tema das pesquisas efetivadas pelo LAPPAM, com relativo sucesso, nos últimos 15 anos.

Responsável: Cristina Senna