Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Antropologia e relações raciais nos EUA são tema do “Café com Ciência”
conteúdo

Agência de Notícias

Antropologia e relações raciais nos EUA são tema do “Café com Ciência”

Pesquisador Louis Forline é o palestrante do mês de agosto no evento realizado pela Coordenação de Ciências Humanas do Museu Goeldi
publicado: 08/08/2016 16h00, última modificação: 16/02/2018 17h49

Agência Museu Goeldi – Às vésperas de encerrar um ciclo de 8 anos à frente dos Estados Unidos da América (EUA), Barack Obama é um pioneiro na Casa Branca: o primeiro e único presidente negro do país. Durante os seus mandatos, as questões raciais, uma constante na história nacional, ganharam ainda mais relevo e destaque.

Sob o tema “Relações raciais nos EUA durante a gestão do Barack Obama: um olhar antropológico”, o assunto será apresentado pelo pesquisador Louis Forline no próximo “Café com Ciência”. O evento acontecerá nessa quarta-feira (10), às 15h, no Campus de Pesquisa do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG), em Belém. O Café com Ciência é gratuito e aberto ao público.

Palestrante - Louis Forline tem Ph.D em Antropologia, é professor titular da Universidade de Nevada (EUA) e pesquisador colaborador do Museu Goeldi. Sua área de especialidade é etnologia indígena, antropologia ecológica, desenvolvimento sustentável, estudos raciais, cultura e nutrição. Na Amazônia Brasileira, tem trabalhado junto com camponeses e grupos indígenas da região, em especial com os Guajá.

Café com Ciência - Organizado mensalmente pela Coordenação de Ciências Humanas (CCH) do Museu Goeldi, o “Café com Ciência” propõe o debate de questões atuais de relevância social de forma descontraída – cada participante leva algo para compartilhar no lanche ao final do encontro.

Serviço:
Café com Ciência
Palestra:
 Relações raciais nos EUA durante a gestão do Barack Obama: um olhar antropológico
Palestrante: Dr. Louis Forline (Universidade de Nevada) 
Horário: 15h
Local: Sala de reunião da Coordenação de Ciências Humanas, no Campus de Pesquisa do MPEG (Av. Perimetral, 1901).

Texto: João Cunha