Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Impacto de grandes projetos sobre populações tradicionais é tema de seminário
conteúdo

Agência de Notícias

Impacto de grandes projetos sobre populações tradicionais é tema de seminário

Na próxima quarta (20)será realizado o primeiro seminário “Interdiálogos” de 2016, com o tema“As populações tradicionais e os grandes projetos da Amazônia: a UHE de Tucuruí 30 anos depois”
publicado: 19/01/2016 14h30, última modificação: 15/02/2018 16h21

Agência Museu Goeldi - Ao se pensar o uso racional da natureza, deve-se assegurar que qualquer projeto que venha impactar as comunidades tradicionais seja realizado em comum acordo com elas, deixando-as bem informada sobre seus impactos e benefícios

Para discutir o tema, o Seminário "Interdiálogos", organizado pelo Laboratório de Antropologia dos Meios Aquáticos do Museu Goeldi (LAMAq/CCH-MPEG), promove sua primeira palestra de 2016 na próxima quarta-feira (20), às 10h.

“As populações tradicionais e os grandes projetos da Amazônia: a UHE de Tucuruí 30 anos depois” será o tema do debate, conduzido pela professora Me. Cecília Geraldes Basile (Faculdade de Ciências Sociais da UFPA). O evento acontece na sala 01 da Coordenação de Ciências Humanas, no Campus de Pesquisa do Museu Goeldi. A entrada é gratuita e não há necessidade de inscrição prévia.

“Falta uma maior sensibilidade por parte dos gestores públicos em relação ao trato com essas populações que têm uma dinâmica própria e que deve ser respeitada”, diz o doutorando e pesquisador do LAMAq, Guilherme Bemerguy Chêne Neto,“A intensa busca por altos índices de desenvolvimento econômicos vem impactando demais a vida desses grupos sociais”.

A palestrante - Cecília Basile estuda a área impactada pela hidrelétrica de Tucuruí há mais de 10 anos. Ao longo deste trabalho, ela teve grande contato com entidades e movimentos sociais da região, desenvolvendo palestras, cursos e consultorias, especialmente nos municípios de Baião, Mocajuba, Cametá, Limoeiro do Ajurú e Igarapé-Miri.

O LAMAq- Surge em 2003 a partir dos resultados dos trabalhos desenvolvidos pelo Grupo de Pesquisa RENAS (Recursos Naturais e Antropologia das Sociedades Marítimas, Ribeirinhas e Estuarinas da Amazônia: Relações do Homem com o seu Meio  Ambiente), criado em 1994.

Desde então, o grupo tem contribuído com estudos que serviram de base para a implantação de Unidades de Conservação na região amazônica, oficinas de capacitação para as comunidades, além do constante diálogo. O Seminário "Interdiálogos" é realizado há quase 3 anos, como espaço de discussão sobre temas como as relações entre homem e natureza e o impacto do trabalho dos cientistas na sociedade.

 

Serviço:

Seminário "Interdiálogos"

Tema: “As populações tradicionais e os grandes projetos da Amazônia: a UHE de Tucuruí 30 anos depois”

Palestrante: professora Me. Cecília Geraldes Basile (Faculdade de Ciências Sociais da UFPA)

Data: 20/01/2015

Hora: 10h

Local: sala 01 da Coordenação de Ciências Humanas, no Campus de Pesquisa do Museu Goeldi (Av. Perimetral, 1901)

 

Texto: Uriel Pinho