Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Memórias da Amazônia de portas abertas ao público
conteúdo

Agência de Notícias

Memórias da Amazônia de portas abertas ao público

Trajetórias e perspectivas dos arquivos da Amazônia, documentos centenários e visitas guiadas fazem parte da I Semana Nacional de Arquivos no Museu Goeldi, que será realizada nas próximas terça (06/06) e sexta (09/06)
publicado: 01/06/2017 16h15, última modificação: 05/02/2018 17h55

Agência Museu Goeldi – Que tal conhecer um pouco da memória da Amazônia a partir de documentos históricos e fotografias antigas? Nos dias 06 e09 de junho, o Arquivo Guilherme de La Penha, do Museu Paraense Emílio Goeldi, participará da I Semana Nacional de Arquivos e preparou atividades que envolvem seminário sobre a importância dos arquivos para a memória e visita guiada ao acervo centenário.

Programação – Diversas instituições de todo o país estarão participando da I Semana Nacional de Arquivos. No Museu Goeldi, a programação começa na terça-feira, 06, com o Seminário “A Importância dos Arquivos para a Memória Científica e Cultural da Amazônia”, no Auditório Paulo Cavalcante, no Campus de Pesquisa da Instituição. O evento é aberto ao público e não necessita de inscrições prévias. O objetivo do Seminário é levantar reflexões sobre a importância dos arquivos para a região amazônica, destacando estas instituições como locais de informação e conhecimento e o documento com fonte de pesquisa para a região.

Abrindo a rodada de palestras, às 9h, a professora Doralice Romeiro apresenta “Arquivos na Amazônia: trajetórias e perspectivas”.  No bate-papo, será mostrado um panorama sobre a situação dos arquivos nos estados que compõem a região, as dificuldades e desafios enfrentados em virtude das mudanças no tratamento, acesso e disseminação das informações dos documentos arquivísticos, entre outros pontos. Doralice Romeiro é historiadora, especialista em arquivos e faz parte do Colegiado Setorial de Arquivos, do Ministério da Cultura.

Em seguida, às 9h30, é a vez do historiador Nelson Sanjad apresentar a palestra “Fundo Jacques Huber: trajetória de vida e legado documental de um cientista da Amazônia”, onde serão mostradas notícias biográficas sobre o botânico suíço, além da trajetória do legado documental reunido e conservado pela família de Huber durante 100 anos, atualmente dividido entre o Museu Goeldi e o Staatsarchiv des Kantons Basel-Stadt, na Suíça. Nelson Sanjad é doutor em História das Ciências e da Saúde.

O Diretor do Arquivo Público do Estado do Pará, Leonardo Torii, apresenta às 10h a palestra “A importância do acervo documental do Arquivo Público do Estado do Pará”. Em seguida, o debate será aberto ao público.

Arquivo - Na sexta-feira, 09, o Arquivo Guilherme de La Penha abre suas portas para o público. A programação “O Arquivo do Museu Goeldi de portas abertas para a comunidade” promoverá visitas guiadas, onde serão abordadas informações sobre os documentos, fundos e coleções que ajudam a preservar a memória da Amazônia. Os visitantes terão a oportunidade de conhecer os acervos, depósitos de documentos e os diferentes estágios do tratamento documental. Além de poder manusear, com luvas e máscaras, alguns documentos do arquivo.  Os interessados deverão fazer inscrição prévia pelo email: arquivo.consulta@museu-goeldi.br.

O Arquivo Guilherme de La Penha do Museu Goeldi é formado pelo conjunto de documentos produzidos, recebidos e acumulados pela instituição ao longo de sua existência. O Arquivo guarda tanto documentos administrativos, quanto documentos doados ou custodiados por pessoas, famílias e instituições que se dedicaram aos diversos campos do conhecimento científico na Amazônia. O Arquivo inclui uma coleção fotográfica que reúne cerca de 20 mil documentos, dentre os quais se destacam 1.420 negativos em vidro produzidos entre o final do século XIX e primeira metade do XX.

Semana - A I Semana Nacional de Arquivos é um evento de iniciativa do Arquivo Nacional, Fundação Casa de Rui Barbosa e Ministério da Cultura, que convida instituições arquivísticas a promover ações locais para divulgar o patrimônio documental e os serviços de arquivo. A data escolhida para a realização deste evento foi a semana em que se celebra o Dia Internacional dos Arquivos (9 de        junho): entre os dias 5 e 10 de junho. O intuito da ação é abrir os arquivos para a sociedade e divulgar o trabalho de salvaguarda do patrimônio documental desenvolvido no país. Cerca de 150 instituições participam do evento em todo Brasil.

Texto: Marco Aurélio Gomes e Uriel Pinho

 

Serviço

I Semana Nacional de Arquivos - Programação no Museu Goeldi

Local: Campus de Pesquisa do Museu Paraense Emílio Goeldi - Av. Perimetral, 1901 – Bairro Terra Firme.

 

06 de        junho (terça-feira)

SEMINÁRIO “A IMPORTÂNCIA DOS ARQUIVOS PARA A MEMÓRIA CIENTÍFICA E CULTURAL DA AMAZÔNIA”

 

9h | “ARQUIVOS NA AMAZÔNIA: TRAJETÓRIAS E PERSPECTIVAS”

Profa. Doralice Romeiro

(Arquivo MPEG | Colegiado Setorial de Arquivos/MinC)

 

9h30 | “FUNDO JACQUES HUBER: TRAJETÓRIA DE VIDA E LEGADO DOCUMENTAL DE UM CIENTISTA DA AMAZÔNIA”

Dr. Nelson Sanjad

(Arquivo MPEG | PPG-História/UFPa)

 

10h | “A IMPORTÂNCIA DO ACERVO DOCUMENTAL DO ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ”

Leonardo Torii

(Diretor do Arquivo Público/SECULT-PA)

 

10h30 às 11h30 | Debate aberto ao público

 

09 de junho (sexta-feira)

“O ARQUIVO DO MUSEU GOELDI DE PORTAS ABERTAS PARA A COMUNIDADE”

Visita ao Arquivo Guilherme de La Penha

Inscrições: arquivo.consulta@museu-goeldi.br

Informações: (91) 3217-6053 /3217-6061