Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Orquídeas da Amazônia inspiram nova coleção do Café do Museu Goeldi
conteúdo

Agência de Notícias

Orquídeas da Amazônia inspiram nova coleção do Café do Museu Goeldi

O lançamento será nas manhãs deste sábado (14) e domingo (15), na área do Castelinho, no Parque Zoobotânico. Além da exposição e venda dos produtos, o evento terá um desfile para apresentar a coleção e show do Quinteto Caxangá, para sacudir os visitantes com xote, samba, chorinho e carimbó. Neste ano, a coleção reúne mais de 40 produtos, transformados em joias, biojoias, roupas, artigos de decoração e papelaria.
publicado: 13/12/2019 15h01, última modificação: 13/12/2019 16h09

Agência Museu Goeldi – Após o sucesso da primeira coleção temática, sobre as aves da Amazônia, o Café do Museu Goeldi encerra o ano com outra nova coleção autoral, agora inspirada nas espécies regionais da maior família de plantas com flores do mundo – as orquídeas. Mais de 40 produtos, feitos por 12 artistas que integram a rede de criadores da loja, poderão ser conferidos no lançamento da Coleção Orquídeas da Amazônia, neste sábado (14) e domingo (15), no Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG).

As criações deste ano são livremente inspiradas no livro Orquídeas Nativas da Amazônia Brasileira, dos pesquisadores aposentados do Museu Goeldi, Manoela Ferreira Fernandes da Silva e João Batista Fernandes da Silva, com duas edições lançadas (2004 e 2011), ambas rapidamente esgotadas. A obra de Manoela e João Batista, fruto de duas décadas de pesquisas de campo registrando, coletando e analisando as Orchidaceae da Amazônia brasileira, apresenta 709 espécies, onde estão ressaltadas a beleza, delicadeza e complexidade da diversidade biológica do Norte do país.

Cattleya eldorado alba.png
Cattleya eldorado alba. Foto: João Batista da Silva

A investigação científica sobre esta exuberância da natureza amazônica instigou o trabalho dos criadores, a partir de um workshop conduzido pela pesquisadoras Anna Luiza Ilkiu-Borges e Manoela Ferreira, realizado no Campus de Pesquisa e no Parque Zoobotânico. Foram dois dias de imersão, que contou com a participação de 15 criadores.

“No primeiro dia, a doutora Anna Ilkiu mostrou o universo da pesquisa em Botânica, com destaque para as orquídeas. Conhecemos o laboratório, o orquidário, livros, as espécies e suas estruturas. No segundo dia, a doutora Manoela explicou como se deu todo o processo de pesquisa sobre orquídeas e como ele resultou num livro, nossa principal referência”, relembra Gisele Moreira, da Samaúma Artesanato.

Coleção Orquídeas da Amazônia.png
Coleção Orquídeas da Amazônia. Foto: Sumy Menezes

Programação – Para apresentar aos visitantes do Parque Zoobotânico os trabalhos originais sobre o tema, será realizado o lançamento público da Coleção Orquídeas da Amazônia, no sábado (14) e domingo (15), de 9h às 14h, na área do Castelinho, com uma feira para a venda de produtos, e na qual os criadores também mostrarão ao público sua versatilidade e seu processo de produção.

Além da feira, no sábado, às 11h, haverá o desfile de apresentação de roupas, joias e acessórios da coleção. No domingo, também às 11h, o grupo de música instrumental Quinteto Caxangá receberá os visitantes com muito xote, samba, chorinho, carimbó e outros ritmos.

Um dos resultados deste trabalho que mescla arte, ciência e artesania foi a elaboração de um catálogo virtual. A publicação apresenta algumas das peças chaves da coleção, caracterizada por um conjunto diversificado de produtos transformados em joias, biojoias, roupas, peças de decoração e papelaria, feitas por oito criadores da loja do Café.

 

O projeto – O desenvolvimento da coleção temática Orquídeas da Amazônia é resultado da parceria bem-sucedida entre o Museu Goeldi e a Samaúma Artesanato. Atualmente, a rede de economia criativa vinculada a loja do Café do Museu é integrada por 42 produtores, entre comunidades indígenas, populações tradicionais, artistas, artesãos e designers.

O Café, por sua vez, é um espaço que reúne livraria, loja e cafeteria no prédio histórico onde funcionava o laboratório fotográfico da instituição nas primeiras décadas do século XX, sob o comando de Ernst Lohse. A viabilização do projeto do Café do Museu Goeldi é resultado de parceria com o ProGoeldi, coordenado pelo Instituto Peabiru. O gerenciamento da loja e livraria do Café está com a Samaúma Artesanato e a cafeteria com a Me Gusta Creamery. Parte de todo produto adquirido no Café é revertido para um fundo de apoio para manutenção do Parque Zoobotânico do Museu Goeldi.

“Em 2019 iniciamos a segunda etapa do projeto do Café do Museu Goeldi – Encontro de Saberes. É uma iniciativa de comunicação da ciência aliada a economia criativa, que está possibilitando a construção de um novo espaço e processo de articulação entre ciência e comunidades criativas”, explica a presidente do Conselho Curador do Café do Museu, Benedita Barros.

Café do Museu.png
Café do Museu Goeldi. Foto: Joice Santos

Ao longo de pouco mais de um ano, o projeto vem fomentando a economia criativa, por meio da união entre os saberes dos artistas e os estudos científicos produzidos pela instituição. “O objetivo é consolidar o conceito do Café do Museu como uma ferramenta de comunicação, uma vez que o MPEG vem acumulando conhecimento, capaz de proporcionar e favorecer a criação de uma grande riqueza de produtos”, acrescenta Benedita. O público que for conferir o lançamento da Coleção Orquídeas da Amazônia verá os resultados do processo, que são avaliados por um Conselho de Curadores do Café, formado pela economista e advogada Benedita Barros, a geóloga Maria Emília Sales, a ecóloga Regina Oliveira, a arqueóloga Helena Lima, a jornalista Joice Santos, o educador Luiz Videira, o engenheiro e psicólogo Pedro Oliva e o economista Oswaldo Braglia Jr.

Ficha técnica

Criadores: Gisele Moreira, Lídia Abrahim, Ana Lúcia Everdosa dos Santos, Edithe da Silva Pereira, Kelly Caroline Azevedo de Sousa, Wanderleya de Oliveira Gonçalves, Joseana de Souza, Marília Melo de Oliveira, Vânia Lúcia B. Santos Nascimento, Leuan Monteiro, Graça Arruda e Nilma Arraes.

Modelos do desfile: Cintia Helena Reis da Silva, Jean de Jesus Lima Vinagre, Patrícia do Socorro Mesquita, Thayssa Bianca, Jacira Monteiro e Regina Oliveira.

Direção de modelos e maquiagem do desfile: Lene Santos e Nina Dacier.

Fotografia do catálogo: Breno Barros, Sumy Menezes, Marcos Lobo e Jéssica Vasconcelos.

 

Texto: Hojo Rodrigues

 

Serviço | Lançamento da Coleção Orquídeas da Amazônia

Data: 14 e 15 de dezembro de 2019.

Local: Parque Zoobotânico do Museu Goeldi (Av. Magalhães Barata, São Braz, Belém/PA).

 

Sábado, 14 de dezembro

- 9h às 14h: Feira expositiva dos produtos na área do Castelinho.

- 11h: Desfile de roupas, joias e acessórios.

 

Domingo, 15 de dezembro

- 9h às 14h: Feira expositiva dos produtos na área do Castelinho.

- 11h: Apresentação musical com Quinteto Caxangá.