Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Pesquisa > Programas, Projetos e Redes > Programas e Projetos
conteúdo

Programas e Projetos

publicado 19/05/2017 10h14, última modificação 07/01/2019 11h16

Programa Biodiversidade da Amazônia

Iniciativa do Museu lançada em 2002 para melhorar o conhecimento gerado sobre a biodiversidade da maior floresta tropical do mundo, com o intuito de embasar as políticas públicas voltadas para a questão ambiental na Amazônia.


Censo da Biodiversidade

É um dos principais projetos vinculados ao Programa Biodiversidade da Amazônia, ação do Museu Goeldi para informar a sociedade sobre a riqueza de espécies na Amazônia brasileira, possibilitando o acompanhamento dos avanços no conhecimento dessas espécies e seu status de conservação; agrega e disponibiliza números confiáveis e atualizados sobre quantas e quais espécies são conhecidas na região e sua categoria de ameaça, subsidiando gestores ambientais, agências de licenciamento e fiscalização ambiental.

 

Projeto Coleções Científicas Biológicas do Museu Paraense Emílio Goeldi: Informatização e Participação no Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiBBr)

Organiza as informações taxonômicas das 18 coleções e 50 subcoleções científicas biológicas do Museu Goeldi, sendo o destino final desses conhecimentos a plataforma online, desenvolvida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) em parceria com mais de 90 instituições científicas e outros órgãos nacionais e internacionais; essa plataforma integra informações sobre a biodiversidade e ecossistemas brasileiros para acesso público e gratuito.


Programa de Estudos Costeiros (PEC)

Dedicado aos ecossistemas costeiros amazônicos desde 1997, visando à geração de subsídios para a gestão territorial, para a utilização dos recursos naturais e para a formulação de políticas públicas, assegurando o intercâmbio externo por meio de parcerias com instituições e projetos internacionais. As principais ações do PEC estão ligadas aos projetos das coordenações de Botânica (COBOT), Ciências Humanas (COCHS) e Ciências da Terra e Ecologia (COCTE).


INCT Biodiversidade e Uso da Terra na Amazônia

Reunindo 44 instituições nacionais e internacionais e 155 pesquisadores, é um programa interinstitucional coordenado pelo Museu Goeldi, cujo foco é o desenvolvimento de pesquisas, ações educativas e de comunicação da ciência no Arco do Desmatamento, faixa territorial no sul da Amazônia, do Maranhão ao Acre, com quase 245 mil km². O INCT “Biodiversidade e Uso da Terra na Amazônia”, encerrado em 2016, apresentou contribuições significativas em termos de produção científica, formação de recursos humanos, comunicação da ciência e subsídios a políticas públicas, especialmente sobre as mudanças de usos da terra e seus impactos na biodiversidade e a compreensão de alterações futuras na biota.

 

REDE CONSOBIO

O novo projeto INCT Biodiversidade e Uso da Terra na Amazônia - Conservação da Sociobiodiversidade em Paisagens Sustentáveis -REDE CONSOBIO, aprovado em 2016, é um desdobramento que busca avançar na supressão de lacunas científicas e consolidar as ações de sucesso iniciadas na etapa anterior. O objetivo maior é alavancar a qualidade e o impacto das pesquisas, expandindo a abrangência geográfica desses estudos em relação ao INCT anterior, restrito ao Arco do Desmatamento. A Rede CONSOBIO pretende propor estratégias e promover ações inovadoras para minimizar os conflitos entre o desenvolvimento socioeconômico e a conservação da biodiversidade na Amazônia. O Projeto aguarda a liberação de recursos do CNPq/Fapespa para iniciar os trabalhos.